01
out
08

por que pensar positivo?

Bom, recebi alguns e-mails com perguntas tais como “por que pensar positivo?”, “por que você segue essa idéia?” e outras coisas do gênero, portanto resolvi redigir um texto sobre o pensamento positivo. Mas já aviso que não são fatos comprovados, ainda não existe nada que comprove e limite o verdadeiro poder do pensamento positivo.

Segundo “O Segredo”(o filme eu sei que fala disso, porém o livro eu não sei pois ainda não li, mas acredito que aborde a mesma coisa) o nosso pensamento emite uma espécie de onda, que tem o poder de “mudar” as coisas. Pela minha interpretação, essas ondas tem a ver com a grande capacidade do nosso cérebro. Enfim, se essas ondas tem o poder de mudar as coisas e tal, você deveria pensar em coisas boas para coisas boas acontecerem. O problema dessas ondas seria que elas não interpretam “nãos”. Ou seja, ao invés de pensar “eu não quero ficar doente”, o pensamento deveria ser “eu quero ficar sadio”. E isso demora um tempo para acontecer, não ocorre de imediato.

Bom isso é mais ou menos o que retrata(m o livro e) o filme. Diz que esse é o segredo dos bem sucedidos. Enfim, se quiserem saber mais, leiam/assistam. (Continua)

Outra coisa que ao meu ver estaria associada ao pensamento positivo seria o “Carma”. O carma é retratado com bastante humor na série “My Name Is Earl”, eu recomendo. Segue a definição de carma, pela Wikipédia:

Carma  é um termo de uso religioso dentro das doutrinas budista, hinduísta e jainista, adotado posteriormente também pela Teosofia, pelo espiritismo e por um subgrupo significativo do movimento New Age, para expressar um conjunto de ações dos homens e suas consequências. Este termo, na física, é equivalente a lei: “Para toda ação existe uma reação de força equivalente em sentido contrário“. Neste caso, para toda ação tomada pelo Homem ele pode esperar uma reação. Se praticou o mal então receberá de volta um mal em intensidade equivalente ao mal causado. Se praticou o bem então receberá de volta um bem em intensidade equivalente ao bem causado. Dependendo da doutrina e dos dogmas da religião discutida, este termo pode parecer diferente, porém sua essência sempre foca as ações e suas consequências.

E o que o pensamento tem a ver com ações? Na minha visão, se as pessoas pensam em coisas boas, elas se condicionam a praticar coisas boas, e se elas pensam em coisas ruins, elas se condicionam a praticar coisas ruins. Juntando isso ao carma, a pessoa que pensa coisa boa por consequência faz coisas boas e por consequência recebe coisas boas. O mesmo se aplica pra coisas ruins, quem pensa coisas ruins, faz coisas ruins e recebe coisas ruins.

A minha teoria (ou idéia, seja lá como você preferir definir) sobre o assunto é um pouco mais(acredito eu) razoável. Ao invés de coisas místicas, e ondas e afins, eu acredito que o real poder do pensamento positivo(ou negativo) age psicologicamente na pessoa. Se a pessoa ver tudo pelo lado bom(nunca pensando que não pode/deve melhorar, pois assim a pessoa relaxa e a coisa desanda) ela vai se estressar menos, ficar menos nervosa. Com menos stress as pessoas podem fazer as coisas mais eficientemente, e assim tudo melhora. Além de que, sendo otimista, ao invés de ficar lamentando, a pessoa vai lá e age(acredito que não tenho nada a mais pra declarar sobre isso).

Agora, por que eu acredito e prego o otimismo? Porque eu acredito no que foi escrito acima, e vejo, nisso, uma forma do mundo melhorar. Acho que sendo otimista, desenvolve-se uma consciência social maior, com isso haveria uma revolução no pensamento das pessoas, possibilitando, assim, uma sociedade mais justa.

Anúncios

10 Responses to “por que pensar positivo?”


  1. outubro 3, 2008 às 4:52 pm

    Interessante sua Teoria/Ideia. Mas eu particularmente prefiro pensar “realistamente”, o que pra muitos é o pessimismo. Não que eu seja um negativista que visa acabar com os sonhos de todo mundo. Mas por exemplo, uma galera ta combinando de sair, aí no meio dos planos surge “A, e a gente pode pedir pra minha mae emprestar o carro”. Eu tenho a tendencia de ja prevenir se o tal carro não for liberado. Ou em entrevista de emprego, que sempre rola o “legal cara, você vai trabalhar na ACME” eu ja prefiro dizer, “Poxa, vai ser legal SE você conseguir”, muitos me dizem que isso desanima e talz, mas é uma forma de se preparar caso o positivo não aconteça, e lidar com as possibilidades um pouco antes de tudo dar merda

  2. 2 Tudo Pra Você
    outubro 3, 2008 às 11:23 pm

    Oi adorei tudo. Realmente, com pensamentos positivos, todos podemos melhorar tudo ao nosso redor.
    Legal!!
    Fernanda

  3. 3 Tudo Pra Você
    outubro 3, 2008 às 11:25 pm

    Oi adorei tudo. Realmente, com pensamentos positivos, todos podemos melhorar tudo ao nosso redor.
    Legal!! Parabéns!!
    Fernanda

  4. 4 sibyllinu
    outubro 3, 2008 às 11:47 pm

    Oi. Li seu arquivo [interessante. “Porém, penso quê; Não podemos apenas pensar positivo, temos que ter conscientização do que pensamos. E, isso, não faz parte da moradia dos extremos (Positivo nem Negativo); É, portanto, apenas a racionalização do saber. E se, as ciências ainda não debruçaram as partículas que ainda estão cobertas pelo véu, acredito quê; Assim como as crenças, subjugam valores que estipulam a partir das interpretações cabíveis a casa cidadão, sendo que, não irás discordar de mim, acredito. Porém, sigo meu pensar; a todo cidadão o limite do que sente e do vivencia, certo? Se, concordares estarias concordando que, todas as interpretações fazem moradia no próprio véu que circunda a face humana [cidadão este que interpreta leis, ou que crie conceitos sobre estéticas que ainda não foram desvendadas, assim, logo em pensar, poderá ele também se sucumbir as descobertas de novas e novas formas, até então abstratas em sua mente]; Em parte, hoje vivemos muito de tal forma, “palavras vazias” (repetições do não entendemos). Seria falar que o positivismo é obviamente uma vertente clara, mais se, não estiver fazendo moradia na racionalização e conscientização da própria existência, está não terá valor nenhum.
    Thiago cantarelli. [abraços; Parabéns p/blog]

  5. 5 Camilo
    outubro 10, 2008 às 8:58 am

    Há pouco tempo saiu uma matéria na Super Interessante, defendendo o pensamento negativo (!). Com toda certeza, foi uma das coisas mais IMBECIS que eu já vi em toda a minha vida. Concordo que precisamos ser realistas, mas isso não tem nada a ver com ser pessimista. Imagine a situação: você está desempregado, sabe que está difícil conseguir emprego, mas também sabe que é um profissional qualificado. Como você é realista, sabe que tem chances de conseguir um trabalho, mesmo com toda a dificuldade, pois é um profissional. Se for pessimista, vai ficar triste, talvez até entre em depressão, pois arranjar emprego está super difícil, existem milhões de outros brasileiros procurando emprego, muitos desses profissionais ainda melhores do que você, pra que ter esperança então? Mas se você for otimista (pensar POSITIVO), continuará batalhando, sabendo que há um espaço para você no mercado de trabalho. Acorda cedo, procura no jornal, conversa com amigos, distribui curriculos, até que consegue! Ou você acha que vão bater à porta do realista/pessimista, oferecendo a oportunidade? Quem quiser que fique com seu “realismo”, eu prefiro acreditar até o fim. Coincidência ou não, até hoje funcionou para mim..

  6. 6 Franciello
    outubro 13, 2008 às 12:00 pm

    Boa Man!!! Gostei

    Ja que criaram o “EMO DAY”, que tal se criássemos o “POSITIVE DAY” ???

    Pensamentos positivos em massa, será que conseguiríamos mover montanhas (literalmente)? rsrsr ^^

    Abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: